Apresentação

Histórico da Engenharia Florestal na UFMT

A escassez de madeira na região Centro-Sul do país, a definição e o estabelecimento de políticas de expansão da atividade madeireira no Estado de Mato Grosso e a política de integração da Amazônia, fizeram com que se configurasse a necessidade de formar Engenheiros Florestais na região, fato este que motivou a criação do curso de Engenharia Florestal na UFMT em 1974, cujas atividades se iniciaram em 1975 (reconhecido pelo Governo Federal em 28 de junho de 1979, por meio do Decreto nº 83.657), com o objetivo de formar profissionais capazes de atender as necessidades de planejamento, implantação, gerenciamento, manejo e exploração de florestas e dos recursos naturais renováveis para ofertar, com quantidade e qualidade, os bens e serviços que a sociedade necessita.


O curso possui uma particularidade que o distingue dos demais porque é ofertado em uma localização privilegiada, pois se encontra dentro de uma área que envolve três importantes biomas – Cerrado, Pantanal e a Amazônia – e as mais importantes bacias hidrográficas do país: a do Paraguai, a do Amazonas e a do Araguaia-Tocantins.


Na proposta pedagógica, o curso trabalha na formação de Engenheiros Florestais capazes de atuar nas áreas de Manejo Florestal, Silvicultura, Tecnologia de Utilização da Madeira e Conservação do Meio Ambiente. A estrutura do currículo do curso é composta de núcleos: de conteúdos básicos, profissionais essenciais e profissionais específicos, os quais permitem ao estudante, futuro profissional, o seu direcionamento técnico para áreas de seu interesse


A Engenharia Florestal tem como objetivo principal a promoção do desenvolvimento florestal, ecologicamente equilibrado e socialmente justo a todos os povos. No âmbito do Estado de Mato Grosso, a Engenharia Florestal tem como responsabilidade contribuir na busca de ação permanente para a definição da linha divisória entre desenvolvimento e conservação dos recursos florestais, garantindo assim a perpetuação das riquezas advindas de suas florestas.
O Curso de Engenharia Florestal da UFMT estabelece ações pedagógicas com base no desenvolvimento de condutas e atitudes com responsabilidade técnica e social, tendo como princípios:


- Respeito à fauna e à flora;
- Conservação e ou recuperação da qualidade do solo, do ar e da água;
- Uso tecnológico racional, integrado e sustentável do ambiente;
- Emprego de raciocínio reflexivo, crítico e criativo;
- Atendimento às perspectivas humanas e sociais no exercício de atividades profissionais.


O currículo deve garantir uma estreita relação entre o ensino da teoria e da prática, ambas fornecendo elementos fundamentais para a aquisição dos conhecimentos e habilidades necessários à concepção da Ciência Florestal.


UFMT de Portas Abertas - Engenharia Florestal



Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78605-091

(66) 3402-0736

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Residencial Cidade Jardim - Sinop - MT
CEP: 78550-728

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30