Institucional

Propg destaca pós-graduação consolidada em Recredenciamento


Trabalho envolve ações sobre qualidade dos cursos e política de ensino

A Pró-Reitoria de Ensino de Pós-Graduação (PROPG) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) está presente no recredenciamento institucional com a consolidação da pós-graduação na universidade desde a política de ensino até o acompanhamento de egressos. Atualmente são mais de 2 mil alunos matriculados em 34 cursos de pós-graduação nos Câmpus de Cuiabá, Araguaia e Sinop. A oferta pode aumentar a partir de ações desenvolvidas pela pró-reitoria e amparadas no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFMT.

O pró-reitor de Ensino de Pós-Graduação, professor Jackson Antonio Lamounier Camargos Resende, enfatizou que a PROPG é a instância responsável por coordenar e executar as políticas de pós-graduação, qualificação e capacitação de docentes da UFMT. “Assim, as ações da unidade se revelam de suma importância para o processo de recredenciamento institucional da instituição, uma vez que abrangem atividades administrativas e acadêmicas voltadas para o desenvolvimento e consolidação da pós-graduação”, destacou o pró-reitor.

Segundo o professor Jackson Antonio Lamounier Camargos Resende, o recredenciamento institucional promove a reflexão e o desenvolvimento do ensino de Pós-Graduação na UFMT em cursos lato e stricto sensu. O pró-reitor explica que a reflexão alcança a qualidade dos cursos, ao acompanhamento dos egressos, à política de internacionalização, à política de ensino e às ações acadêmico-administrativas para cursos de pós-graduação. 

“Ademais, o processo de recredenciamento vem contribuindo também para a reflexão sobre a qualificação e formação contínua de servidores e o estímulo à difusão de produção acadêmica. Em ambos os contextos, tem sido fundamental a mobilização de toda a equipe da PROPG para a boa condução e consolidação das ações institucionais”, enfatizou o professor.


UFMT destaca-se por pós-graduações stricto e lato sensu

O pró-reitor de Pós-Graduação contou que em março de 2022/1, a pós-graduação stricto sensu contava com 2.860 alunos matriculados em seus 64 cursos de pós-graduação stricto sensu, entre mestrados acadêmicos, mestrados profissionais e doutorados acadêmicos, distribuídos em três campi: Cuiabá, Araguaia e Sinop. “Desde o ano de 2016, até o mês de junho de 2022, foram titulados 718 doutores e 3.466 mestres nos cursos ofertados pela pós-graduação stricto sensu da UFMT, em todas as grandes áreas do conhecimento”, relatou o professor Jackson Antonio Lamounier Camargos Resende. 

O professor destacou ainda que os cursos de Mestrado e Doutorado têm por objetivo a formação de recursos humanos de excelência para a produção de conhecimento, comprometida com o desenvolvimento científico, tecnológico, artístico, cultural, social e econômico. “Já os cursos de pós-graduação lato sensu da UFMT, de responsabilidade dos Institutos e Faculdades ofertantes, visam atender às demandas da sociedade por formação de trabalhadores especializados, com resposta rápida às necessidades socioeconômicas”, ressaltou o pró-reitor de Pós-Graduação.

Entre as áreas de destaque na pós-graduação stricto sensu apresentados no recredenciamento estão Gestão, Direito, Segurança, Agronegócio e Sustentabilidade. Atualmente, são ofertados cursos de especialização nas modalidades presencial e a distância. O professor Jackson Antonio Lamounier Camargos Resende cita uma série de políticas acadêmico-administrativas relacionadas ao ensino da pós-graduação stricto sensu e lato sensu implementadas com o apoio da PROPG.

“É o planejamento estratégico para a pós-graduação; garantia do registro de grupos de pesquisa (com destinação de carga-horária semanal para suas atividades); compromisso dos departamentos e unidades para contabilizarem os encargos de pós-graduação stricto sensu no plano de atividades dos docentes; existência de bolsas de iniciação científica; ações de acompanhamento de PPGs com atenção aos indicadores de qualidade definidos pela CAPES; e atualização de resoluções referentes aos cursos de pós-graduação stricto sensu e lato sensu”, pontuou o pró-reitor.

A PROPG articula também a execução do projeto estratégico denominado “Ações para Consolidação da Pós-graduação Stricto Sensu: Autoavaliação e Planejamento Estratégico”. “Tal projeto visa à melhoria na qualidade do ensino de pós-graduação stricto sensu e ao aumento do conceito CAPES institucional e de cada Programa individualmente, atentando para os indicadores utilizados na avaliação quadrienal pela CAPES”, disse o professor Jackson Antonio Lamounier Camargos Resende. 


Ações afirmativas são foco da PROPG

Segundo o pró-reitor de Ensino Pós-Graduação, a PROPG desenvolve ainda dois outros projetos de suma importância. “Um voltado para a implementação das ações afirmativas nos processos seletivos da pós-graduação stricto sensu, em atendimento ao disposto na Resolução CONSEPE 197/2021, e outro em parceria com a Proeg, visando ao acompanhamento dos egressos de graduação e pós-graduação, o Programa Institucional de Acompanhamento de Egressos (PIACE)”, contou o pró-reitor.

O recredenciamento institucional articulou outras atividades transversais realizadas por diferentes pró-reitorias e secretarias na UFMT. “Assim, a PROPG contribuiu no processo de coleta de dados a serem tratados por outras unidades administrativas no recredenciamento institucional, especialmente em se tratando de dimensões que se relacionam com a pós-graduação lato ou stricto sensu ou com a formação/capacitação de servidores”, destacou Jackson Antonio Lamounier Camargos Resende que salientou ainda que as atividades estratégicas desenvolvidas encontram amparo no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), com o objetivo maior de ampliar a oferta de cursos de pós-graduação e consolidar os programas da UFMT.


Veja mais:

Procev mostra integração com sociedade em recredenciamento

Secri apresenta informações para recredenciamento da UFMT

Secomm desenvolve ações em recredenciamento da UFMT 

UFMT lança site para recredenciamento institucional

UFMT realiza encontros para abordar recredenciamento

Biblioteca realiza ações para recredenciamento institucional

CPA participa do processo de recredenciamento da UFMT


TAGS:

PORCarlos Rocha
Jornalista

DATAJul 6, 2022, 6:05:00 PM

Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78605-091

(66) 3402-0736

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Residencial Cidade Jardim - Sinop - MT
CEP: 78550-728

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30