Projetos de Pesquisa

Vigentes

Experimentação e performance: desclassificando a obra musical

Este projeto de pesquisa tem como objetivo principal promover as relações entre performance e experimentação a partir do conceito de desclassificação apresentado por García-Gutierrez (2007, 2009, 2011). A partir de uma visão alternativa da obra musical, esta se torna passível de procedimentos de desclassificação, engendrando novas possibilidades no âmbito da performance, posicionando o performer enquanto agente crítico e criativo e tornando a performance musical uma atividade essencialmente experimental. Tomando a desclassificação como mote, será criada uma performance a partir de tais processos experimentais, tendo a autoetnografia como suporte metodológico principal. Este projeto terá como resultado um objeto artístico, que será gravado e apresentado em público, e também artigos científicos, que aparecerão como frutos das teorizações relativas ao referencial teórico e ao processo de criação.

Integrantes: Bibiana Bragagnolo (Coordenadora)

Vigência: -


Paisagem Sonora: produto e produtora de cultura

Projeto de pesquisa que investiga vários espaços diferentes, considerando que cada lugar e cada momento possuem paisagens sonoras específicas. A paisagem sonora de um lugar é formada pela sua geografia e clima, produzindo e, ao mesmo tempo, sendo produzida pelos seus moradores. A pesquisa visa identificar a paisagem sonora atual de diversos espaços da cidade de Cuiabá, estudando desde a legislação acerca da produção de sons até a caracterização dos sons desta cidade, passando pela captura desta paisagem nos registros históricos.

Integrantes: Taís Helena Palhares (Coordenadora)

Vigência: -


Pesquisa artística no Brasil: lacunas, perspectivas e possibilidades

Este projeto de pesquisa tem como objetivo principal a proposição de metodologias e possibilidades para a pesquisa artística no Brasil a partir de um mapeamento da mesma. Sendo uma área em plena expansão, se vê necessária, em um primeiro momento, a realização de tal mapeamento afim de localizar e caracterizar este tipo de pesquisa no país e fomentá-lo. Para que tal intento se realize, serão estabelecidos critérios de busca (datas, tipos de publicações, etc.) para, a partir disso, realizar o levantamento desta produção. Em seguida, será realizada uma categorização da produção encontrada, pretendendo poder caracterizá-la. Com o mapa criado, poderá ser feita uma análise crítica de tal caracterização e, a partir de suas lacunas e inconsistências, levantar possibilidades metodológicas e caminhos para a pesquisa artística no Brasil. 

Integrantes: Bibiana Bragagnolo (Coordenadora)

Vigência: -


Pós-minimalismo na América Latina: Intertextualidade e Estética da Impureza

Esta pesquisa busca a delimitação de ressonâncias minimalistas em oito obras musicais de compositores latino-americanos, ainda indeterminados, compostas no período de 1978 a 2022, conforme a terminologia adotada por Warburton (1988). Com este objetivo delineará as características pós-minimalistas destas obras e a presença da Estética da Impureza, tendo como principais referenciais: Scarpetta (1985) e Potter, Gann e Ap Siôn (2013). Para a compreensão dos procedimentos composicionais destas oito obras serão empregadas diversas ferramentas analíticas como a teoria dos conjuntos e enfoque da intertextualidade pelo viés de Straus (1990, 2000) e a Teoria da Paródia de Hutcheon (1985) adaptada à análise de obras musicais pela abordagem de Everett (2004). Pretende-se, com este estudo, contribuir para maior conhecimento sobre o pós-minimalismo e disseminar uma compreensão mais abrangente das obras musicais contemporâneas da América Latina.

Integrantes: Rita de Cássia Domingues dos Santos (Coordenadora), Igor Mack (PIBIC)

Vigência: até 31/07/2022


Postopera e Pós-minimalismo: possíveis conexões com a América Latina

Investigação comparativa a respeito de obras que podem ser cunhadas de postoperas, usando a terminologia cunhada por Novak (2012; 2013), e que apresentem conexões com a América Latina. O objetivo principal é obter informações (partituras, libretos, artigos e textos sobre as apresentações) de postoperas específicas: “O Corvo Branco” de Philip Glass; “Aliados”, de Sebastian Rivas; “Liquid Voices” de Jocy de Oliveira, e “Fate at Eight”, do compositor brasileiro Chico Mello. Os objetivos secundários são: análise destas obras, visando compreender a conexão do pós-minimalismo com a postopera e detectar de que modo as influências da América Latina transparecem no processo composicional dos compositores; e posteriormente a criação de uma nova postopera (pós) minimalista. Os resultados esperados incidem sobre o levantamento de distinções e aproximações entre as obras, favorecendo a melhor compreensão do conceito de postopera, ainda incipiente. Espera-se que as similaridades desvelem a influência latina e as diferenças possam contribuir para a promoção de novas e recentes informações tanto no campo do pós-minimalismo como sobre postopera, diálogos entre estudiosos do minimalismo e da ópera, simpósios e jornadas científicas em comum, gerar publicações decorrentes desse estudo, além da descoberta eventual de outras postoperas com estas características.

Integrantes: Rita de Cássia Domingues dos Santos (Coordenadora), Lizabeth Reis (PIBIC)
Vigência: até 31/03/2024


A estética da colonização da América Portuguesa no cinema ficcional histórico brasileiro: representações de gênero e cultura histórica

Busco pensar as ficções históricas sobre a colonização portuguesa como um espaço de produção de sentido histórico e cultural, à medida que a produção cinematográfica é entendida como um aparato tecnológico detentor de funções políticas, capaz de reificar ideologias relacionadas a gênero (enfoque particular desta investigação) e estimular práticas sociais e culturais correlatas à tal reificação. Compreendendo filme histórico enquanto modalidade narrativa, a abordagem se constitui em uma perspectiva interdisciplinar, sem desconsiderar as especificidades dos conhecimentos históricos, da arte, da cultura visual e da produção cinematográfica, tendo como premissa a leitura das representações de gênero e de cultura nessas narrativas.

Integrantes: Maristela Carneiro (Coordenadora)
Vigência: -


Provas de ingresso em cursos de música: uma revisão narrativa em publicações de encontros acadêmicos brasileiros

Esta pesquisa tem por objetivos fazer um levantamento das publicações em diferentes anais de eventos acadêmicos brasileiros da área de música que tenham como temática as provas de ingresso para as graduações em música, e organizar e entender estas publicações, a partir da sua forma – tanto do estilo do manuscrito (como artigos, relatos de experiência...) Como as escolhas metodológicas –, e do seu conteúdo, contemplando principais temas e os resultados alcançados. Metodologicamente se optou por uma revisão sistemática da literatura de anais publicados, virtualmente, dos eventos acadêmicos da ABEM, ANPPOM, SIMCAM e SIMPOM. Esta coleta se dará seguindo um caminho típico das revisões sistemáticas, envolvendo equações de pesquisa, âmbito de pesquisa, critérios de inclusão e exclusão, critérios de validade metodológica, resultados, e tratamento dos dados. Os dados, depois de coletados, serão organizados e analisados com inspiração na grounded theory. Enseja-se que os resultados do estudo possam gerar elementos norteadores sobre a questão das provas de ingresso em graduações em música, assim como retroalimentar futuras pesquisas no âmbito da UFMT sobre seu teste de habilidades específicas.

Integrantes: Leonardo Borne (Coordenador), Jefferson Aquino
Vigência: até 31/07/2023


Música em prisões

A proposta do projeto para o primeiro ano da pesquisa (2021) é que sejam realizadas entrevistas com pessoas privadas de liberdade e com pessoas que convivem diariamente com essas pessoas privadas de liberdade para a coleta de dados que beneficiem o planejamento e a execução das aulas de música como meio de ressocialização que serão ofertadas no ano seguinte. A proposta do projeto para o segundo ano (2022) é que sejam realizadas aulas de música por meio do canto coral, preferencialmente pelo menos duas vezes na semana com aulas de duração de uma hora, no Centro de Ressocialização de Cuiabá – CRC. Haverá o registro de fatos importantes ocorridos nas aulas e serão aplicados questionários para a verificação do grau de satisfação com as aulas. As aulas de canto coral conterão um período de técnica vocal e outro de aprendizagem da execução expressiva das canções escolhidas. Dependendo do tempo de aula disponível, faremos a audição de canções (gravadas ou ao vivo). Poderemos desenvolver a criação musical por meio da improvisação, do arranjo sobre as canções aprendidas, como também a composição autoral dos participantes da aula. Informações sobre o repertório escolhido – tais como quem compôs a canção, onde, quando, em qual contexto – poderão ser dadas dentro da medida do possível. (Swanwick, 2003).

Integrantes: José Fortunato Fernandes
Vigência: -


Ferramentas Tecnológicas aplicadas ao ensino de piano online


Várias pesquisas têm demonstrado benefícios quanto ao uso de tecnologias digitais em aulas de instrumentos musicais ou do canto no contexto de aulas presenciais. Apesar disso, as metodologias de ensino de piano parecem ter mudado após 2020 quando os protocolos de distanciamento social se tornaram obrigatórios. Professores e alunos acostumados com o ensino de piano presencial tiveram se adaptar com salas virtuais e uso de ferramentas tecnológicas. Esse projeto de pesquisa de natureza qualitativa é uma pesquisa bibliográfica. O objetivo desta pesquisa é analisar um recorte da produção acadêmica dos últimos 2 anos na área de pedagogia de piano e o uso de tecnologias digitais, focando no ensino de piano online. A coleta de dados se dará por meio de seleção de publicações acadêmicas em anais de conferências nacionais e internacionais, ABEM e NCKP, e artigos publicados em periódicos focando na área do ensino e aprendizagem de piano na modalidade remota. A análise temática de dados será adotada. Espera-se que os resultados dessa pesquisa possam ser disseminados em conferências, e que também possam promover otimização de ações pedagógicas no ensino de piano online com uso de ferramentas tecnológicas.

Integrantes: Luciana Fernandes Hamond (Coordenadora)
Vigência: até 31/08/2023


A prática coral artística pós-canto orfeônico (1959-2008): história, performance e tradições de ensino musical


O presente projeto de pesquisa dedica-se a investigar a prática coral artística no período pós-canto orfeônico (1959-2008) por meio do estudo de bibliografia e documentação do período localizada em acervos. Pretende estudar questões de performance, repertório, criação e ensino do canto coral em meio à reestruturação de práticas que permearam a atividade coral do período, caracterizado por reformas estruturais importantes e pela dissolução progressiva de políticas públicas do projeto de canto orfeônico que impactaram o ambiente coral brasileiro. Situada no campo da História da Performance Musical, utiliza a pesquisa documental e a pesquisa bibliográfica como principais procedimentos e tem como referenciais teóricos Marques de Melo e Assis (2016), Lawson & Stowell (2012), Certeau (2011), Leech- Wilkinson (2009), Cotta (2006) e Ancona Lopez (2003). Objetiva não apenas fornecer subsídios que contribuam para a discussão e maior compreensão das práticas corais do período, bem como dos agentes e organismos musicais atuantes à época, como também ações relacionadas à produção de textos, a sistematização de dados e disponibilização da documentação da pesquisa para o público geral.

Integrantes: Ana Paula dos Anjos Gabriel (Coordenadora)
Vigência: até 30/08/2024


Levantamento da Educação Musical na Rede Educativa Municipal de Cuiabá: locais, percepções, práticas, recursos humanos e formações


O presente estudo se propõe a responder a pergunta “Como está a situação da educação musical na rede municipal de Cuiabá, no tocante aos locais existentes, à legislação vigente, às percepções sobre a música no ambiente escolar, às práticas realizadas, aos profissionais que laboram e suas respectivas formações e anseios?”. A metodologia qualitativa com dados qualitativos e quantitativos adotará o survey como fonte de dados, através de questionário online autodirigido aplicado aos docentes de artes/música vinculados à Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá/MT, assim como entrevistas semiestruturadas com docentes e gestores educativos destas mesmas unidades educacionais. Os dados serão organizados e analisados com o apoio da Teoria do Trabalho Docente e das Redes Semânticas Naturais.

Integrantes: Grupo de Pesquisa Música e Educação (Leonardo Borne [Coordenador], Taís Helena Palhares [Coordenadora], Luciana Fernandes Hamond, José Fernandes Fortunato, Cilene Mello, Jéssica Vettorelo, Luiz Francisco Ipolito, Vinícius Cruz, André Vilani)
Vigência: até 01/01/2024




Concluídos


A paradoxal busca da maturidade do ser: a música como ponto de contato entre o homem e o Sagrado

A ciência ocidental, através dos avanços tecnológicos e cibernéticos, privilegia a supremacia da razão. No entanto, paradoxalmente, revela uma necessidade de retorno ao passado mítico, deixando escapar a emoção na saudade do sagrado. A cultura se evidencia no elemento revelador do tema transcendental através das artes, em especial a música, particularmente a erudita e, especificamente, a brasileira. O que significa hoje a experiência do sagrado na vida humana? Possui a cultura elementos que nos ajudam a compreender o anseio humano paradoxal da autonomia e, ao mesmo tempo, aconchego e proteção? Ou estamos diante de um novo homem, amadurecido no correr dos milênios, que reinterpreta suas relações com o sagrado, incapaz de cortar definitivamente suas relações com o divino, e em busca de uma nova forma de convivência entre iguais? E no tempo que se chama hoje, nosso contemporâneo? Não me interessava a música popular, mas como os intérpretes, compositores, enfim, de viés erudito, estavam retratando essa condição, qual seja, o lugar do sagrado na vida humana. Deparei-me então com algumas composições de Roberto Victorio (Bereshit), Jorge Antunes (Elegia Violeta para Monsenhor Romero) e Gilberto Mendes (A Mulher e o Dragão). O tema sagrado recorre reinterpretado, representado, relido.. Tradições religiosas como o taoismo, o judaísmo cabalista, e as formas teológicas cristãs contemporâneas como a Teologia da Libertação e a escatologia acabam evidenciadas nos textos musicais produzidos, sem esquecer naturalmente que, como autores brasileiros, estão sujeitos às influências culturais indígenas e afro-brasileiras. Entendo que a maior compreensão da presença do sagrado na vida do homem contemporâneo contribui para a minimização dos conflitos e dos preconceitos na interrelação da razão com o sagrado, pela intermediação da arte. Objetiva o melhor aparelhamento acadêmico do homem contemporâneo, no espaço cultural brasileiro. Justifica-se a realização desta pesquisa primeiramente pelo ineditismo do referido estudo em um trabalho acadêmico. Outra razão é que o estudo proporcionará uma visão e uma reflexão sobre a produção cultural na atualidade, nos aspectos mais distintos, a saber: culturais, artísticos, educativos. Assim, a proposta da pesquisa constitui-se em apreender e divulgar o conhecimento da nova linguagem presente na música de concerto no Brasil, refletida em Cuiabá. Isso favorecerá uma maior visibilidade de nosso estado em relação ao que está acontecendo pelo Brasil afora.

Integrantes: Helen Luce Campos (Coordenadora)

Vigência:  15/10/2015 a 10/10/2019






Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78605-091

(66) 3402-0736

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Residencial Cidade Jardim - Sinop - MT
CEP: 78550-728

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30