Comunidade

PROCEV divulga ações de enfrentamento à Covid de 2020


Combate à pandemia foi feito em diversas frentes

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por meio da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência (PROCEV), criou, incentivou, e possibilitou uma série de ações de Enfrentamento a Covid-19 realizadas pelos diversos setores da instituição durante todo o ano passado.

As ações de extensão continuaram, e envolveram atividades como a formação e qualificação de profissionais da educação básica, e de saúde e assistência psicológica.

E considerando que uma das principais características da Extensão Universitária é trabalhar ações que possam transformar a realidade, neste contexto de Pandemia, os projetos desenvolveram atividades conforme as necessidades que a sociedade demandava da Universidade.

Dentre as ações que ocorreram no primeiro ano da pandemia estão publicações de materiais de orientação e prevenção da Covid-19 (podcast, boletins, manuais, entre outras), monitoramento, acompanhamento e divulgação de dados da Covid-19, produção e distribuição de mais e 90 mil litros de álcool em gel, produção e distribuição de equipamentos de proteção individual, calll center Covid-19 para orientação e direcionamento das pessoas doentes.

Também foram realizadas atividades na área de saúde mental, difusão da arte e cultura, por meio virtual, com exposições, concertos, filmes, teatro, e os mais diversos eventos que permitiram a interação da comunidade acadêmica com a sociedade.

Mais de 100 projetos foram executados em parceria com várias instituições e organizações, públicas e privadas, a partir de atividades diretamente relacionadas ao enfrentamento das consequências da doença.

O intuito principal de todos os projetos e atividades realizados foi minimizar os impactos da população envolvida, principalmente nos setores da saúde, da economia, da política, do social e da cultura do estado de Mato Grosso.

“Como Universidade Federal Pública, temos o dever social de trabalhar com ações que envolvam as diversas comunidades que fazem parte dos diferentes setores da sociedade”, acrescenta a coordenadora de extensão, Sandra Jung Mattos.

A coordenadora também explica que a instituição possibilitou a articulação dos servidores docentes, técnicos administrativos e estudantes, normatizando as ações e dando condições, dentro das medidas preventivas necessárias à execução das ações.

Foram publicados editais, por exemplo, para que servidores docentes e técnicos administrativos pudessem propor ações de Extensão voltadas para o combate, prevenção, monitoramento e segurança das pessoas nos mais diversos contextos em que estão inseridos, seja em hospitais, postos de saúde, escolas, comunidades tradicionais, indígenas, quilombolas, rurais, urbanas e ribeirinhos do estado de Mato Grosso.

Um dos projetos realizados foi o projeto de Extensão em Rádio e Podcast (Comunicast) que atuou desde março de 2020 com a produção de duas temporadas do “Vida em Quarentena”.

Esse trabalho foi coordenado pelo professor Luan Chagas, da Faculdade de Comunicação e Artes (FCA) e o objetivo dele foi contar as histórias de isolamento e alertar para os riscos do novo coronavírus com relatos de humanização, construção de novas ideias e sugestões para o enfrentamento da Pandemia.

Foram 15 episódios, ouvidos por mais de cinco mil pessoas em plataformas como Spotify, Anchor, Deezer, YouTube e o próprio site da UFMT.

O podcast também rendeu os prêmios de melhor Projeto de Extensão do Centro-Oeste em 2020 pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares em Comunicação (Intercom) e melhor podcast do país pela Rede de Rádios Universitárias do Brasil.

O Comunicast também adotou a estratégia de construção do Minuto Quarentena em parceria com a Rede de Economia Solidária de Mato Grosso (Recoopsol) para enviar os conteúdos para emissoras afiliadas à Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (Abraço) e à Rede de Rádios Universitárias do Brasil (Rede Rubra).

De acordo com Chagas, todos esses resultados só foram possíveis devido à colaboração da UFMT. “O apoio da instituição foi fundamental durante esse período, principalmente pelo esforço da coordenação de extensão em estar sempre presente junto aos projetos, bem como estar auxiliando no que é necessário”, reforça.

Ele acredita ainda que “a possibilidade de bolsas para os estudantes fortalece a extensão e auxilia a impactar a sociedade com as ações que a universidade propõe”, finaliza.


PORNatalia Roseira
Jornalista

DATAMar 15, 2021, 12:55:00 PM

Fique sempre informado com as principais notícias da UFMT.

Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78605-091

(66) 3402-0701

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Residencial Cidade Jardim - Sinop - MT
CEP: 78550-728

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Contribua com o desenvolvimento do novo portal. Sua opinião é muito importante!