PORGerência de Imprensa
imprensa.secomm@ufmt.br

DATA22 de Novembro de 2022

COMPARTILHE

Ciências

UFMT participa de projeto que reúne saberes para Pantanal

Natalice da Costa, viveirista da comunidade de Capão do Angico conta experiência
Natalice da Costa, viveirista da comunidade de Capão do Angico conta experiência Jeferson Prado
AquaREla Pantanal reúne conhecimento científico e saberes tradicionais

A sabedoria das comunidades tradicionais do Pantanal aliada ao conhecimento científico tem levado ainda mais vida para o bioma, que teve cerca de 22 mil focos de incêndios e mais de 30% da superfície devastada, com cerca de 4,4 milhões de hectares reduzidos às cinzas, em 2020. A Iniciativa AquaREla Pantanal reúne instituições e a comunidade pantaneira para recuperar o bioma, em especial as áreas atingidas pelo fogo dentro da Reserva Particular de Patrimônio Natural  (RPPN) Sesc Pantanal.

Participam do trabalho o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Áreas Úmidas (Inau) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e organizações como Mulheres em Ação no Pantanal (Mupan), o Centro de Pesquisa do Pantanal (CPP), Wetlands International Brasil por meio do Programa Corredor Azul e o Polo Socioambiental Sesc Pantanal. Toda a produção de mudas tem acontecido dentro das próprias comunidades. Elas recebem suporte técnico e capacitações. As mulheres envolvidas na iniciativa também recebem bolsa para desenvolver o trabalho de viveiristas.

INAU participou do projeto desenvolvido no Sesc Pantanal

A coordenadora científica da AquaREla Pantanal e docente do Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade, professora Cátia Nunes da Cunha explica, trata-se de uma ação pioneira de recuperação de áreas úmidas do bioma. “A restauração vem para uma revitalização em ambientes que foram, de alguma forma, degradados. Com isso, vamos tentar trazer, por exemplo, a biodiversidade que estava faltando em determinado lugar, conter erosão. Ou seja, promover a melhoria desse ambiente para as próximas gerações”, afirma.

A conservação e recuperação das áreas degradadas do bioma passam pela produção de mudas nativas do Pantanal, que tem envolvido as comunidades pantaneiras de Capão do Angico, em Poconé (MT), e Barão do Melgaço (MT). Ao mesmo tempo em que gera renda e fortalecimento para as comunidades, a AquaREla Pantanal tem produzido mudas nativas do bioma para a recuperação das áreas atingidas pelo fogo.

Toda a comunidade tem benefícios com ações

Viveirista da comunidade de Capão do Angico, Natalice da Costa afirma que a comunidade inteira é beneficiada pelas ações. “É um sopro de esperança, não só para os animais e as plantas, que tanto sofreram com o fogo. Ela chega para nos resgatar também, trazer uma nova força”, garante.

“Através do projeto, fui até o Xingu conhecer o trabalho que eles realizam com bancos de sementes e há intenção da gente vender mudas, futuramente, para os proprietários rurais da região”, conta a viveirista Miriam Amorim que, além de participar do projeto, chefia a brigada comunitária de São Pedro de Joselândia, em Barão de Melgaço.

Até o momento, os dois viveiros já produziram 40 mil mudas nativas de áreas úmidas, de 54 espécies diferentes, entre elas ipês (amarelo, roxo e branco), jatobá, cumbarú, paratudo, tarumã, pequi, timbó, figueira, genipapo, manduvi, siputá, ingá, bacupari, acuri, aroeira e imbaúba.

As iniciativas estão disponíveis no canal do Instagram da iniciativa e também no site do projeto


TAGS:

Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78605-091

(66) 3402-0736

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Residencial Cidade Jardim - Sinop - MT
CEP: 78550-728

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30