PORCarlos Rocha
Jornalista

DATA05 de Abril de 2022

COMPARTILHE

Institucional

Rede Multiusuária de Pesquisa é tema de reunião com UFMT

Encontro reuniu reitor da UFMT, governador Mauro Mendes, gestores de universidades e FAPEMAT
Encontro reuniu reitor da UFMT, governador Mauro Mendes, gestores de universidades e FAPEMAT Luiz Carlos Sayão
Encontro teve apresentação de resultados de Edital Universal

O reitor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), professor Evandro Soares da Silva, apresentou nesta terça-feira (5) a proposta da Rede Multiusuária de Pesquisa da UFMT ao governador do Estado de Mato Grosso, Mauro Mendes. Em um encontro que reuniu também o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), a Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), a Universidade Estadual de Mato Grosso (UNEMAT) e a Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (FAPEMAT) foi discutida a abertura de novos editais para pesquisas desenvolvidas no Estado.

Segundo o professor Evandro Soares da Silva, o diálogo a respeito da Rede Multiusuária de Pesquisa está em curso desde o fim de 2021 envolvendo a UFMT e a FAPEMAT, estreitado com a aprovação da criação da Rede Multiusuária pelo Conselho Universitário da UFMT. "Já temos laboratórios multiusuários cadastrados em Cuiabá, em Barra do Garças e em Sinop. Esses laboratórios foram montados e estão sob regimento aprovado pelo CONSUNI", destaca o reitor da UFMT. Ao todo o governo de Mato Grosso vai lançar editais no valor de R$ 20 milhões para atender a seis laboratórios espalhados pelo Estado.

O professor Evandro Soares da Silva conta ainda que os laboratórios desenvolverão pesquisas específicas, para as quais foram criados, e atividades compartilhadas. "Eles prestarão serviços para laboratórios adjacentes da própria UFMT e para além da UFMT, aberto para toda a sociedade como iniciativa pública e privada", pontua o reitor acrescentando que tais ações garantem a promoção da pesquisa e da sustentabilidade dos laboratórios.

Na apresentação das iniciativas da UFMT o professor Evandro Soares da Silva disse que a universidade conta com laboratórios e projetos já em parceria com órgãos estaduais como a Secretaria de Agricultura Familiar. "Que os laboratórios busquem as próprias receitas e possam alavancar a quantidade e a qualidade das pesquisas desenvolvidas no Estado de Mato Grosso", ressalta destacando também a importância do fomento a estes laboratórios para o apoio ao maior número possível de pesquisas.

A respeito da implementação da Rede Multiusuária de Pesquisa, o pró-reitor de Pesquisa, professor Leandro Dênis Battirola,  enfatizou que há a construção de ações para os laboratórios em parceria com a FAPEMAT atenderem a demandas internas e externas à UFMT. "São laboratórios para atender não só a demanda interna das instituições de ensino, mas também de outras instituições públicas e do setor produtivo para que a gente possa otimizar o uso desses equipamentos de alto custo e padrão de análise de média e alta complexidade", comenta acrescentando que muitas vezes esse equipamentos não estão disponíveis na iniciativa privada.

Editais abrem espaço para disponibilização de recursos

Durante a reunião a FAPEMAT apresentou aos reitores um novo projeto para editais de apoio a pesquisa em seis diferentes áreas, como derivações do Edital Universal realizado em 2016. Os seis eixos tem projetos de 15 a 30 meses com lançamentos de edital previstos para 2022 e 2023. “Vamos apresentar um novo edital universal, mas com um formato diferente mais aplicado, exigindo entrega, produto e determinando as áreas. Um edital universal é desde o básico até a alta complexidade. Queremos apresentar um edital com a proposta de média complexidade”, afirmou Maurício Munhoz, secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso.

Sobre os editais e a construção da Rede Multiusuária, o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, disse no encontro com as instituições que está lançado um desafio para a construção de uma rede que será uma mudança cultural. “É uma chance de médio e longo prazo para recursos bem aplicados e para a construção de uma cultura melhor", afirmou o governador.


TAGS:

Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78605-091

(66) 3402-0736

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Residencial Cidade Jardim - Sinop - MT
CEP: 78550-728

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30