PORCarlos Rocha
Jornalista

DATA08 de Julho de 2022

COMPARTILHE

Cultura

Coral de Trombones faz apresentação com repertório popular

Teatro Universitário sedia concerto no domingo (10) às 10h

O domingo (10) é dia de um novo encontro da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) com o público. O Coral de Trombones da Orquestra apresenta-se no Teatro Universitário, às 10h, pela primeira vez desde o início da pandemia de Covid-19, como resultado de um momento que une diferentes instituições que tem grupos específicos para o instrumento. A apresentação faz parte do conjunto de apresentações da Orquestra Sinfônica em diferentes locais.

O maestro da Orquestra Sinfônica da UFMT, Fabrício Carvalho, conta que o Coral de Trombones tem uma presença estratégica nas apresentações da Orquestra. “Queremos sempre alternar entre um repertório sinfônico, que utiliza todos os instrumentos da orquestra, com grupos de câmara dos mais diversos timbres orquestrais. No caso desses só os metais mais graves e esses concertos vem para ratificar a proposta sólida de cada mês a Orquestra apresentar um repertório de extrema qualidade”, enfatizou Fabrício Carvalho acrescentando que o repertório foi construído com todo o cuidado técnico.

Para Alaécio Martins, diretor artístico da apresentação, era preciso compor um repertório que estabelecesse a união entre diferentes épocas. “Para nossa apresentação, foi escolhido um repertório bastante diversificado, abrangendo diferentes períodos da música e culturas. Por exemplo, começamos com duas peças do repertório clássico de Mozart e Bach, passando por músicas populares de diferentes ritmos: jazz, rumba, tango argentino, samba, dobrado e rasqueado cuiabano”, destacou Alaécio Martins.

A expectativa do diretor artístico é que o público aproveite muito da manhã de domingo para conhecer mais da Orquestra e dos ritmos. “Como é uma apresentação pela manhã, onde espera-se um público diversificado, optamos por um repertório de fácil identificação e ao mesmo tempo bonito e emocionante”, relatou Alaécio Martins. Esta é a primeira apresentação do grupo depois do período da pandemia de Covid-19. O diretor artístico contou que o distanciamento impôs desafios ao grupo.

“São vários pequenos desafios para um retorno após alguns anos parado. Um grupo para ganhar amadurecimento, é necessário tempo de ensaio e práticas, individuais e em grupo. Questões como timbre, afinação, rítmica, dentre outros são as minúcias que precisam ser bem detalhadas nos ensaios”, disse Alaécio Martins. O diretor acrescenta que mesmo com este desafio “com o grupo que foi formado, está sendo natural esse entrosamento. Músicos dedicados e esforçados para fazer uma melhor sonoridade e concerto de retorno”.

Agenda cheia no segundo semestre

O maestro da Orquestra Sinfônica da UFMT, pontuou que há apresentações já em diferentes locais para o grupo. “Estamos no dia 10 no Teatro da UFMT com o Coral de Trombones e a Orquestra volta a se apresentar no dia 28 de julho na abertura oficial do 35° Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães. Este concerto será dedicado a música popular brasileira e muita música mato-grossense. A Orquestra abre o Festival de Inverno, o que nos honra muito haja vista o Festival de Inverno ter começado com a UFMT”, conta Fabrício Carvalho.

Fabrício Carvalho acrescenta ainda que no segundo semestre acontecem concertos no Teatro Universitário. “Em outubro temos dois concertos no Teatro Universitário, sendo que um deles para as crianças e outro para o MT Mama. A partir deste concerto do dia 10 de julho contamos com o patrocínio e o apoio do grupo Amaggi, um dos mais importantes do agronegócio mundial e eles entenderam a importância da Orquestra Sinfônica neste momento da cultura do Brasil”, destacou.

Coral de trombones ganha espaço pelo Brasil

O diretor artístico da apresentação, Alaécio Martins, conta que os corais de trombones ganham espaço na cena musical brasileira. “A formação de Coral de Trombones, por mais que pareça exótica, tem se tornado cada vez mais comum na cena de música de câmara no Brasil. Algumas universidades já possuem grupos bem estruturados e que fazem parte, geralmente dos cursos de graduação em música das instituições. Por exemplo: UFMG, UFMS, UFPB, UFA, UFBA, dentre outras”, relatou o primeiro trombone da Orquestra.

Alaécio Martins explica que os grupos contribuem para a construção de uma cultura em torno do instrumento. “Todos esses grupos vem com intenção de fomentar a formação de coral de trombones bem como, divulgar o instrumento a partir de prática em grupo. Dentro disso, há um repertório bem diversificado escrito para essa formação e que costuma ser praticado nesses grupos”, relatou o diretor artístico da apresentação que acontece no Teatro Universitário.

Leia mais:

UFMT e Amaggi conversam sobre parceria na área cultural
Teatro recebe apresentação de Música de Câmara na segunda
UFMT com a Corda toda retorna ao Teatro na próxima quarta

TAGS:

Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78605-091

(66) 3402-0736

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Residencial Cidade Jardim - Sinop - MT
CEP: 78550-728

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30