Grupos Musicais e Projetos de Extensão

Vigentes

Bienais de Música Brasileira Contemporânea de MT

A música, e a música contemporânea especificamente, reflete uma infinidade de experiências sonoras que, em sua eterna busca pelo novo, aglutina as possibilidades de sons, ruídos e uma enorme gama de simbioses sonoras, onde tempo e espaço se fundem em um único continuum que transita em ambiências absolutamente inovadoras. A Bienal de Música Brasileira Contemporânea de Mato Grosso pretende dar continuidade ao processo de divulgação da música de concerto e seus inúmeros afluentes que são radical e paradoxalmente excluídos dos meios de veiculação da mídia. Escutas que permitem o acesso a um universo sonoro inimaginável, mas real, apesar do distanciamento imposto entre as fontes criadoras e os ouvintes. Um acontecimento desta natureza, que reúne os maiores nomes da música contemporânea de concerto do Brasil, tem como meta, em primeira instância, estimular o desenvolvimento intelectual e espiritual das pessoas a partir das simbioses estabelecidas entre os participantes e o público, além de formar uma egrégora em torno do evento que permitirá não só a manutenção do fluxo criativo, mas a hierofanização do mesmo a partir dos pensamentos e das sonoridades que o envolverão. Sempre com música da mais alta qualidade e com uma mostra importante da produção sonora de concerto dos compositores mato-grossenses que saíram dos cursos de graduação e mestrado da UFMT e compositores consagrados de todos os cantos do país; e concertos com os melhores grupos e intérpretes de música contemporânea do Brasil. Em suma, incríveis viagens sonoro-iniciáticas que sempre colocam o Estado de Mato Grosso e a UFMT em destaque no cenário musical brasileiro.

Integrantes: Roberto Victorio (Coordenador).

ExoViolões  UFMT

Os "ExoViolões UFMT é um Quarteto  de Violões voltado exclusivamente para a produção de obras brasileiras contemporâneas, sempre com estreias de obras compostas especificamente para o grupo. Neste programa serão apresentadas obras de compositores da região amazônica, dedicadas ao Quinteto e em primeira audição mundial. Os ExoViolões UFMT faz parte de um projeto que envolve dois professores (Roberto Victorio e Sérgio Ribeiro) e alunos da graduação (William Agnelo e Thiago Augusto) e mestrado (Jone Luiz) da UFMT, trabalhando direto com a produção do bacharelado em composição e compositores de todo o Brasil.
Integrantes: Roberto Victorio (Coordenador), Sérgio Ribeiro (Coordenador),  William Agnelo, Thiago Augusto, Jone Luiz.

Música com Crianças

Projeto de extensão universitária que atende crianças entre 08 meses e 4 anos de idade. As inscrições ocorrem semestralmente por meio do site da Fundação Uniselva (https://web.fundacaouniselva.org.br/) e as vagas são limitadas. As aulas são realizadas semanalmente, com duração de 50 minutos e contemplam a vivência e a percepção de dos contrastes presentes nos elementos musicais, tais como de altura, de duração, timbre, intensidade e caráter expressivo. O projeto aposta na novidade da aula, esforçando-se por manter a atenção das crianças nas atividades que são propostas, sem se prender a uma rotina no planejamento das aulas.

Integrantes: Taís Helena Palhares (Coordenadora).

Percepção Musical - criação de objetos virtuais de aprendizagem

Trata-se de uma proposta que se foca na criação de Objetos Virtuais de Aprendizagem (OVAs) para apoio ao ensino das disciplinas de Percepção Musical (PM), do Departamento de Artes.  Um OVA pode ser definido como um recurso tecnológico utilizado no processo de ensino-aprendizagem, e que trate sobre um assunto específico; quanto mais delimitado o tema, melhor (Borne, 2016). O OVA pode ser um hipertexto, um vídeo, um aplicativo, uma animação, entre outros. Busca-se, com este projeto, desenvolver OVAs para as disciplinas de PM que complementem e reforcem os conteúdos e habilidades trabalhadas no ensino regular. Além disso, esses mesmos OVAs podem ser compartilhados a outras disciplinas e docentes que tratem de temas afins, como Contraponto, Harmonia e Análise Musical. A ação se articula com o ensino por estar intimamente vinculada a geração de produtos para esta modalidade; a extensão entra como o arcabouço que regulamenta a ação, visando a interação entre docente e estudantes que participarão do projeto como criadores destes OVAs, e receberão orientação constante para realizar esta atividade.

Integrantes: Leonardo Borne (Coordenador), Luana Travisan, Thalita Cantalogo, Deidvan Araújo, Paulo Bertan, Yasmin Freire, Rykaelle Vieira.

UFMT com a Corda Toda

O UFMT com a Corda Toda é um programa de música que engloba ações de ensino, pesquisa e extensão, tendo como foco a formação musical de crianças e jovens das comunidades, a formação docente e performática dos alunos dos Cursos de Bacharelado e Licenciatura em Música da UFMT e a divulgação da música e dos Cursos de Música, através de apresentações (recitais, concertos, concertos didáticos) abertas ao público. A prática de ensino de música do programa tem como foco os instrumentos violino, viola, violão e violoncelo e incorpora as várias ações desenvolvidas pelo Departamento de Artes da Universidade Federal de Mato Grosso em comunidades em Várzea Grande, Aldeia Vila Nova Barbecho e na própria UFMT, no campus Cuiabá.

Integrantes: Oliver Yatsugafu (Coordenador), Rúbia Naspolini (Coordenadora).


Cena Livre de Teatro - Dramaturgia, Corporeidades e Performances

O projeto “Cena Livre de Teatro” busca oportunizar aos discentes da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT e da comunidade externa o desenvolvimento de técnicas e habilidades teatrais vinculadas ao ofício do ator. Ademais, por intermédio das produções teatrais; docentes, discentes, profissionais em geral e comunidade também podem usufruir a ampliação e o incremento da cena dramatúrgica local. O projeto visa promover a vivência de processos criativos e a compreensão da importância do comprometimento individual com os ritos coletivos do fazer teatral. As atividades serão desenvolvidas ao longo de oito meses (de maio a dezembro de 2020), em várias etapas: iniciação teatral, criação cênica, realização de um festival e a apresentação de um espetáculo final.

Integrantes: Maristela Carneiro (Coordenadora).

TEMUS - Curso de Teoria Musical

Propõe-se oferecer à comunidade um curso de teoria musical de qualidade, ao mesmo tempo que busca melhor preparar possíveis candidatos para ingresso nos Cursos de Graduação em Música da UFMT. O TEMUS - Curso Preparatório de Teoria Musical será ofertado para pessoas a partir de 14 (quatorze) anos, com a participação de alunos do Curso de Música.  Sendo um projeto de extensão da UFMT, pretende-se ofertar o ensino de música por acessível para que se atinja o maior número de pessoas possível. Como resultados desta ação, esperamos que haja um maior aprendizado dos elementos de teoria musical, dando acessibilidade a esta linguagem pouco estudada na população. Além disso, como consequência deste aprendizado, também almejamos um maior número de aprovados no Teste de Habilidade Específica de Música, o que gerará mais ingressantes nos Cursos de Música.

Integrantes: Leonardo Borne (coordenador), Luana Trevisan, Thalita Cantalogo.

Página Web: https://instagram.com/temus.ufmt?utm_medium=copy_link


Música em Prisões


A relevância do projeto de extensão Música em Prisões está no atendimento que será prestado a pessoas em situação de vulnerabilidade social. O objetivo geral é utilizar a música como meio de ressocialização de pessoas privadas de liberdade. Na perspectiva acadêmica, o processo de ensino e aprendizagem de música utilizará a metodologia de ensaios de Canto Coral - que poderão ser de forma remota ou presenciais, dependendo da situação da pandemia COVID-19 em que nos encontrarmos - que abordarão a técnica vocal, um pouco da terminologia teórico-musical utilizada nas partituras, o contexto em que as músicas foram compostas, a audição de grupos musicais que sirvam como modelos vocais, a interpretação expressiva do repertório e um pouco de criação musical. Na perspectiva social, os ensaios de Canto Coral e as apresentações musicais - que poderão ser em formato de gravação de vídeos ou presenciais, se a situação pandêmica permitir - têm como objetivo ser um meio de visibilidade social, de elevação da autoestima, de fortalecimento do sentimento de pertencimento e de identidade, de exercitar a disciplina, de comunicação e expressão e de sociabilidade. O público a ser contemplado são homens presos no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC). O resultado esperado é que a música, como fim em si mesma, mas principalmente como meio de ressocialização, adquira um significado importante na vida de cada indivíduo a ponto de que os valores apreendidos durante o processo de ensino e aprendizagem ajude a melhorar seu comportamento tanto dentro quanto fora do CRC. Almejamos concluir que a música pode ser um importante meio de ressocialização de pessoas em privação de liberdade a ponto de que indivíduos escolham a prática musical - e seus valores intrínsecos - no lugar da prática do crime, diminuindo, dessa forma, a violência em nossa sociedade.


Integrantes: José Fortunado Fernandes (coordenador)






Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78605-091

(66) 3402-0736

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Residencial Cidade Jardim - Sinop - MT
CEP: 78550-728

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30