UFMT VIDEO

Araguaia

08/11/2019 15:25

ARAGUAIA - Curso de Geografia celebra dez anos com evento

Foto:
AS

Em celebração aos dez anos de criação do curso de Geografia no Câmpus do Araguaia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), a unidade realizará evento comemorativo. As atividades acontecem entre 11 e 12 de novembro e tem como tema “História, sua realidade, seus desafios e perspectivas para a próxima década”
A programação do evento contará com minicursos, oficinas, mesas-redondas e momentos de confraternização para juntos - alunos e ex alunos, antigos e novos professores, técnicos e demais membros da comunidade acadêmica – desfrutem de mais um marco na história do curso.
Também para marcar a comemoração, foi lançado um concurso cultural para eleger a arte que melhor representasse a essência e propósito da Geografia. “O conhecimento da Geografia possibilita o homem moldar melhor o espaço que vive”, sintetiza a acadêmica Maria de Fátima Cardoso que teve o trabalho escolhido. A discente ainda lembrou dos desafios do geógrafo em atuar como promotor da igualdade social. “Esse curso vem tentando abolir o preconceito da sociedade de raça, gênero, fazendo com que se sintam uma família com o mesmo valor e potencial”, completa.
Para os organizadores do evento, o curso de Geografia tem um papel fundamental na construção do conhecimento produzido pela ciência geográfica nos últimos anos e a contribuição da docência no desenvolvimento da região do Vale Araguaia. Formando profissionais cidadãos críticos e conscientes. O professor Victor Santos, formado pela UFMT em 2018 e docente da Instituição, vê na educação uma possibilidade de futuro. “Eu vejo a docência como uma profissão de transformação. É o poder de transformar a vida do aluno e ver que ele aprendeu algo porque levamos o conhecimento até a sala de aula, assim, fazemos parte da vida dele. É esse transformar que me faz acreditar na profissão e que me faz gostar de ser professor”, aponta.
Nestes dez anos de existência, o cursou teve 71 alunos graduados, dezenas de projetos de pesquisa e extensão premiados, como a Revista GeoAraguaia, Goegrafando Mato Grosso, a queridinha Geoteca com suas geladeiras alaranjadas espalhadas pelo Vale do Araguaia, e a Residência Pedagógica, bem como aulas de campo memoráveis como a aula de Climatologia em Cocalinho em 2014, a visita na APA do Encantado em Baliza (GO) em 2016, além da aula de “Movimentos Sociais para o Xingu do Araguaia”. Entre os congressos, a graduação foi representada no ENEG, em 2017, no Rio de Janeiro (RJ), o ENG, em 2016, em São Luís (MA), no Congresso Brasileiro de Geografia em Vitória (ES), em 2014 e o Fala Professor, em Catalão (GO) em 2015. Não nos esquecendo de nossos projetos de extensão
Um dos profissionais formados desde a criação do curso foi o professor Francisco Lira, que atualmente contribui para formação de alunos na educação básica do município de Barra do Garças. Para ele, ser docente na cidade é um grande desafio. “A realidade dos alunos no município é muito diferente da do Estado. Os alunos trazem problemas do dia a dia para a escola e isso reflete no aprendizado”, explica, acrescentando que ele também avalia um envolvimento dos pais com o aprendizado das crianças é maior na escola municipal.
Tal comparativo, só foi possível porque durante seus quatros anos de graduação o docente atuou em uma escola estadual através do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), que tem por objetivo promover a iniciação à docência contribuindo para o aperfeiçoamento da formação de docentes em nível superior. Diversos alunos da UFMT participam deste programa atuando junto a escolas municipais e estaduais.
Este cenário da Educação Básica na região do Araguaia, também é compartilhado na visão do professor Omar Cirino. Formado em 2018, ele atualmente trabalha na rede estadual do Município de Aragarças (GO). Mesmo atravessando a ponte entre o Rio Garças e o Rio Araguaia, ele presencia a mesma realidade apontada pelo seu colega. “É o meu primeiro ano como regente e já sinto na pele a falta de estrutura e o descaso da educação por parte do Estado”. Mesmo com tantas dificuldades, Omar é otimista. Para ele, o fascínio da vida está em ‘Ensinar o que se aprende e aprender o que se ensina’.
A inscrição é gratuita e poderá ser realizada por meio do site do evento
Mais informações sobre o curso podem ser acessadas no Facebook e Instagram.


 


POR: José Vitorino Júnior
Analista de T.I.

DATA: 08/11/2019 15:25

COMPARTILHE

Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78605-091

(66) 3402-0736

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Residencial Cidade Jardim - Sinop - MT
CEP: 78550-728

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30