Duo Wings traz a vibração da marimba na UFMT
 UFMT - Duo Wings traz a vibração da marimba na UFMT

Duo Wings traz a vibração da marimba na UFMT

Publicado em Notícias | 09/02/2018

Na noite de quinta-feira (08), o Duo Wings, do Japão e composto pelos instrumentistas Reiko Shiohama e Takayoshi Yoshioka, se apresentou no Auditório do Centro Cultural da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com repertório que integrou peças da música clássica, composições próprias e do cancioneiro tradicional nipônico, com o instrumento de percussão marimba.
O Pró-Reitor de Cultura, Extensão e Vivência, professor Fernando Tadeu de Miranda Borges, enalteceu a diversidade do público presente. “Todas as gerações estiveram presentes para apreciar boa música e executada com maestria. Além de abrir 2018 com muita força no aspecto cultural, a presença de jovens possibilita o despertar de novos talentos”, observou.
Na abertura do espetáculo, o grupo de percussão tradicional japonês “Hanabi Wadaiko”, localizado em Várzea Grande e tendo a diversidade como característica principal, apresentando composições próprias e de outros grupos.
Pela segunda vez no Brasil, o Duo Wings narrou suas impressões. “Fiquei impressionada com a estrutura e entusiasmo dos estudantes da UFMT, e com os aspectos naturais de Cuiabá”, disse Reiko Shiohama. Por sua vez, Takayoshi Yoshioka prosseguiu: “A música tem um poder de criar conexões além das diferenças culturais e linguísticas, e isso pude constatar aqui, com essa recepção calorosa do público cuiabano. Com esse espírito, pretendemos expandir a nossa sonoridade mundo afora”, observou.
O diretor da Faculdade de Comunicação e Artes (FCA), professor Aclyse de Matos, lembrou que a música é uma forma de criar vínculos e interações. “Por conseguinte, tanto a música quanto as demais expressões artísticas facilitam a linguagem, possibilitando iniciativas de internacionalização e vivências enriquecedoras para a comunidade acadêmica e sociedade em geral”, acrescentou.
A vinda do grupo à UFMT aconteceu por meio do projeto de extensão [re]Percute UFMT, vinculado à FCA e coordenado pelo professor Zeca Lacerda, e com apoio da Procev e Fundação Japão. Além da performance, o duo realizou duas “master class”, oficinas com os estudantes do curso de Música e do projeto.
O coordenador visualizou a performance como uma oportunidade para que a sociedade mato-grossense conhecesse outras sonoridades. “A experiência, como um todo, tem sido proveitosa, e o [re]Percute procura, por meio de iniciativas como essa, promover a internacionalização e fortalecer o projeto de extensão. A percussão tem a cara do Brasil”, observou.
A mestranda Yasmim Nobre, do Mestrado em Filosofia, considerou a experiência maravilhosa. “A experiência foi maravilhosa e abriu meus horizontes, por possibilitar o contato com grupos internacionais de música. Espero que atividades como essa estejam sempre presentes na UFMT”, finalizou.
Confira a galeria de fotos.

 

Imprimir Enviar Notícia

Rodapé Animado UFMT